instituto de pesquisa e estudos do
feminino e das existências múltiplas

contato@ipefem.org.br

+55 (11) 91550-1122

instituto de pesquisa e estudos do
feminino e das existências múltiplas

contato@ipefem.org.br

+55 (11) 96403-0065

Até festa de fim de ano é lugar de dar resultado?

imagem_2022-06-13_170505966

Hoje recebi um email que me chamou MUITO a atenção.

O título era mais ou menos assim: “[…] Construa resultados com sua festa de final de ano!”

Fiquei intrigada.

É claro que, racionalmente, o texto no corpo do email faz sentido e, como RH-raiz que sou, o dedinho chega coça pra entrar na onda. Mas também sou um pouco macaca-velha e, justamente por ter decidido transicionar minha carreira é que fico muito mais atenta a esse tipo de coisa.

Vejo muita gente falar em resultado. Vejo, inclusive, algumas pessoas afirmarem que, sem sacrifício, não há verdadeira transformação, no melhor estilo judaico-cristão dos últimos séculos.

No entanto, se começo a refletir sobre o que é preciso acontecer para termos resultado EM QUALQUER COISA (whatever it means), em termos científicos ou não, chego a alguns pontos:

  1. Precisamos ter uma mente em dia. Isso significa, também, DESCANSO;
  2. É bom que tenhamos uma boa dose de CRIATIVIDADE. Isso significa, também, RELAXAMENTO;
  3. Importante que nosso corpo esteja saudável. Isso significa, também, SERENIDADE & TRANQUILIDADE;
  4. Auto-confiança é fundamental. Isso significa, também, LAÇOS AFETIVOS GENUÍNOS.

Agora, pensa comigo: como conseguimos isso se, o tempo inteiro, estamos, justamente, preocupados exatamente com…. DAR RESULTADO?

Resultado é consequência, e não uma finalidade em si (em minha ótica).

É aquela coisa que, quanto mais perseguimos, menos sentimos que alcançamos – ou porque ele se transmuta e cresce, ou porque ele fica irreconhecível em algum momento.

Uma festa de fim de ano deveria ser só isso: vamos todos, aqui, relaxar um pouco, esvaziar nossas cabeças, ser amigos se possível e comemorar o que foi conquistado esse ano. Vamos olhar para os resultados, bons e/ou ruins e vamos celebrá-los, porque tudo, absolutamente TUDO é importante para que avancemos como equipe e como indivíduos.

Festa é festa, gente.

Por favor, não queiram capitalizar até isso. As pessoas adoecem, ainda mais.

Boa semana!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

A armadilha do parâmetro X a fantasia

Tenho certeza de que você já se desentendeu com alguém ou ficou chateada com alguém sem entender muito bem o porquê. Isso acontece direto no ambiente de trabalho e tem consequências perigosas pra sua..

Cinco decisões para o trabalho remoto perfeito

Como começar a oferecer segurança psicológica pro seu time Duas plataformas de reunião virtual, uma plataforma de gestão de projetos, outraplataforma de comunicação, mais uma plataforma de interação virtual tipo metaverso, umapp de trocar..

A fuga do que não pode ser remoto

Como ficarão os postos de trabalho que exigem presença física síncrona no“novo normal”? A motorista de ônibus, o professor, a atendente do supermercado, o caminhoneiro, ogarçom, as equipes de enfermagem, da construção civil e..